Buscar
  • Patrícia Mezzomo

O Que é a Psicanálise?



Freud e seu legado entraram para a nossa história sem dúvida alguma.

A frase “Freud explica” com certeza já esteve presente em muitos momentos de nossas vidas, como uma explicação para algo que não entendemos muito bem.

Afinal de contas de contas podemos recorrer à alguém que estudou e sabe porque agimos como agimos e sentimos o que sentimos. E esse é o pai da psicanálise. Fazer análise é falar. Falar de si, falar dos anseios, angústias, desejos e dores. Fazer análise não é ouvir. Não se trata de um aconselhamento por parte do terapeuta. A psicanálise entende que sofremos por ignorância de nós mesmos. E essa ignorância se dá justamente pelo fato de não nos conhecermos de verdade. E esse conhecimento só é possibilitado pela fala de si, pela tentativa de explicar e dar nome ao que até então estava oculto. Ninguém mais sabe de nós além de nós mesmo. Mas o grande problema é que nem nós sabemos de nós, se não nos dispusermos a nos explicarmos!

Só quem passou pela experiência de fazer um relato de si, para alguém treinado em escuta (psicanalista), sabe a revolução que isso pode causar. A experiência analítica vai muito além de uma pessoa falando e outra ouvindo friamente. Trata-se de uma experiência a dois. Duas pessoas com total atenção na subjetividade que ali se apresenta. Subjetividade essa que é única, pessoal e intransferível.

O analisando fala o que sente, se ouve e se percebe. O analista ouve e aponta, ajuda a percepção do que é importante ser percebido, guia, sem engessar, o que vai surgindo de novo em cada sessão. Fazer análise é falar de si para se livrar desse discurso programado e aos poucos ir liberando espaço para que um novo ser, mais íntegro e autêntico, possa surgir na liberdade de ser quem sempre se desejou ser. Deitamos no divã para nos livrarmos da regra do outro e encontrar nosso próprio caminho. E contamos com a ajuda de alguém treinado, que irá funcionar como uma espécie de lanterna nessa mata ainda não explorada. #psicanálise #freud #lacan #divã #descoberta #ego #autenticidade #falar #linguagem #discurso #associaçãolivre #freudexplica #subjetividade

46 visualizações